Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > NOTA DE ESCLARECIMENTO - CATE2019
Início do conteúdo da página

NOTA DE ESCLARECIMENTO - CATE2019

Publicado: Terça, 22 de Outubro de 2019, 13h54 | Última atualização em Terça, 22 de Outubro de 2019, 13h56 | Acessos: 1874

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A organização do II Congresso Sobre Ambiente, Tecnologia e Educação (CATE-2019), em virtude dos fatos ocorridos e da disseminação de notícias falsas por parte de setores da sociedade de Tupã, vem a público posicionar-se sobre a mesa redonda que ocorreu no dia 21/10/2019 durante o evento.

A mesa redonda, cuja temática envolvia “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”, contou com os palestrantes Marcelo Marques de Magalhães (UNESP-Tupã) e Angelo Diogo Mazin (Agricultor assentado). O debate ocorreu com segurança e tranquilidade, preservando algo fundamental para nossa instituição e que a organização do nosso congresso defende: a pluralidade de ideias e a defesa do debate democrático.

No entanto, fomos surpreendidos com a disseminação de áudios, postagens e mensagens falsas com o intuito de confundir a população. O conteúdo deste material falso apontava títulos destoantes do tema da mesa redonda, tais como “MST de olho em fazendas de Tupã-SP” ou a “desapropriação de propriedades rurais”. Houve, também, a gravação de um áudio com claro discurso de ódio e com as mais vis ofensas proferidas ao agricultor assentado. Vale ressaltar que Angelo Diogo Mazin apresenta artigos publicados na área da questão ambiental e agroecologia e é co-organizador de vários livros, dentre eles, a coleção "Questão Agrária, Cooperação e Agroecologia" que trata das experiências de produção de alimentos livres de agrotóxicos e experiências de trabalho associado, bem como cooperativismo. Ademais, desenvolve atualmente trabalhos na área da produção de alimentos sem agrotóxicos, realizando a comercialização direta de alimentos através das Cestas Agroecológicas/Agroflorestais. Esse processo de comercialização direta tem como objetivo oferecer para os consumidores das cidades de Bauru e Marília alimentos de qualidade, sem agrotóxicos e a um preço justo.

A organização do CATE-2019 repudia todas essas afirmações falsas disseminadas em redes sociais e de ofensa à honra do nosso convidado para a palestra. Também informamos que as autoridades competentes já estão devidamente notificadas sobre os fatos ocorridos. Acreditamos que a liberdade de expressão e o debate democrático são o melhor caminho para superar os problemas que enfrentamos no Brasil e em nosso município. A promoção do desenvolvimento econômico e social é uma missão institucional do IFSP e deve ser buscada por dentro dos marcos da democracia e do debate de ideias. Neste particular, não há espaço para disseminação de discursos de ódio.

Comissão Organizadora do II Congresso sobre Ambiente, Tecnologia e Educação (CATE-2019)

registrado em:
Fim do conteúdo da página